UFSC » Portal do Professor » Noticias
Informações úteis aos Docentes da UFSC

Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física recebe inscrições até esta quarta-feira
Publicado em 27 de julho de 2016

AraranguaAs inscrições para o processo seletivo do Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF), ofertado no pólo Araranguá da UFSC, encerram nesta quarta-feira, 27 de julho. São oferecidas sete vagas para início no segundo semestre de 2016. O MNPEF é um programa nacional de pós-graduação, gratuito e presencial, de caráter profissional, voltado a professores de Ensino Médio e Fundamental com ênfase em conteúdos da área de Física.

O edital completo está disponível aqui.

Mais informações no site do mestrado, pelo Facebook ou pelo telefone (48) 37216250.

Facebook Twitter

TV UFSC: Curso de Alinhamento Estratégico e Organização Documental
Publicado em 27 de julho de 2016

A Empresa Júnior de Ciência da Informação da UFSC (Info Junior) oferece o curso de extensão “Alinhamento Estratégico & Organização Documental”. O curso é uma realização da Info Júnior com apoio do Grupo de Pesquisa Gestão Estratégica da Informação, Empreendedorismo e Inovação. Confira o vídeo.

Facebook Twitter

Livro organizado por professor da UFSC apresenta estudos sobre praias brasileiras
Publicado em 27 de julho de 2016

Brazilian Beach SystemsO livro Brazilian Beach Systems, organizado pelo professor da UFSC,  Antonio Henrique da Fontoura Klein, acaba de ser lançado pela editora Springer Link. A obra reúne 20 capítulos, apresentando os estudos de 55 autores de diferentes universidades brasileiras.

Mais informações no site da editora ou pelo e-mail: ahfklein@gmail.com

Facebook Twitter

TV UFSC: Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha
Publicado em 27 de julho de 2016

O Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha foi comemorado na UFSC com oficinas, mesa-redonda e exposições. O evento foi promovido pela Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (Saad), no dia 21 de julho, quinta-feira. Confira a reportagem.

Confira fotos do evento:

Fotos: Henrique Almeida/Agecom/UFSC e Jair Quint/Agecom/UFSC 

Facebook Twitter

Doutoranda da UFSC lança livro ‘Prazer e risco nas práticas homoeróticas entre mulheres’
Publicado em 27 de julho de 2016

Prazer e risco nas práticas homoeróticas entre mulheresDurante a 30ª Reunião Brasileira de Antropologia (RBA), que ocorre de 3 a 6 de agosto na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), haverá o lançamento do livro Prazer e risco nas práticas homoeróticas entre mulheres, escrito por Jainara Oliveira, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS/UFSC). O livro é resultado de sua dissertação de mestrado, defendida em 2014 na UFPB. A Revista Brasileira de Sociologia da Emoção (RBSE) do Grupo de Pesquisa em Antropologia e Sociologia das Emoções (GREM) publicou, recentemente, uma resenha sobre a obra.

Sobre o livro

“O livro traz uma contribuição para o campo da antropologia da saúde, ao defender uma definição de risco ampliada em relação àquela da epidemiologia, que inclui, nas palavras da autora, ‘estilos de vida, visões de mundo, projetos individuais e coletivos e negociações cotidianas’. Nesse sentido, a análise de Jainara coloca-se na esteira de outros trabalhos que têm chamado a atenção para a polissemia da palavra risco e para a centralidade que essa categoria possui para compreender aspectos diversos das sociedades contemporâneas, especialmente no âmbito da saúde. Trata-se de um trabalho sobre mulheres que mantêm relações sexuais e de afeto com outras mulheres, recorte que ainda continua minoritário no crescente campo de estudos LGBT.” [Mónica Franch, no prefácio da obra]

“É um livro significativo para todos que almejam compreender a heterogeneidade do ser indivíduo na contemporaneidade. De entender os riscos, os medos e receios, e a permanente busca identitária, sempre tensa e sempre móvel, de ser pessoa, pertencente a uma sociabilidade dada, e, ao mesmo tempo, indivíduo, em uma busca individual e coletiva de viver sua diferença. O leitor vai encontrar mulheres que vivenciam uma sexualidade dissidente. Vai se deparar com o medo de se descobrirem diferentes, com o receio e a vergonha de revelarem o seu desejo, e com o embaraço de se sentirem e serem acusadas de diferentes. Mas, ao mesmo tempo, o leitor também vai encontrar a busca dessas mulheres de se situarem como pessoas e da sua construção como mulheres de e com direito de expressarem a si próprias como diferentes, e vai compreender, por fim, a luta dessas mulheres pelo reconhecimento e respeito individual e coletivo de serem diferentes, e de viverem a diferença em uma sociabilidade complexa, no agora.” [Mauro Guilherme Pinheiro Koury, na apresewntação da obra]

O livro está à venda no site da editora Appris.

Mais informações pelo e-mail gomes.jainara@gmail.com

 

Facebook Twitter

Classificados para transferências e retornos devem se matricular pela internet até esta quarta
Publicado em 27 de julho de 2016

O Departamento de Administração Escolar (DAE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulga o edital nº 24, referente ao resultado das transferências e retornos para o segundo semestre de 2016.

A matrícula, obrigatória para a consumação do processo de transferência ou retorno, deve ser requerida pela internet, mediante senha individual criada no site do DAE, acesso “aluno”, desde que o estudante tenha um e-mail registrado.

A matrícula deve ser feita de 22 a 27 de julho de 2016 (1ª etapa: on-line) ou nos períodos de ajustes de matrícula subsequentes, conforme publicado no calendário de 2016.

Facebook Twitter

Restaurante Universitário fecha neste sábado e domingo para desinsetização
Publicado em 26 de julho de 2016

O Restaurante Universitário (RU) do campus Reitor João David Ferreira Lima, localizado no bairro da Trindade, em Florianópolis, estará fechado neste sábado e domingo, dias 30 e 31 de julho para a realização de desinsetização periódica. A atividade atende à legislação vigente e demanda a interrupção temporária dos serviços.

 

Mais informações:
Restaurante Universitário – (48) 3721 – 8226 - ru@contato.ufsc.br 

Facebook Twitter

Nota de pesar: falece servidor aposentado Manoel José dos Santos
Publicado em 26 de julho de 2016

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) comunica, com pesar, o falecimento do servidor técnico-administrativo aposentado Manoel José dos Santos, motorista.

O sepultamento será realizado nesta terça-feira, 26 de julho, às 10h, no cemitério do Itacorubi.

Facebook Twitter

Clínica Escola de Fonoaudiologia atende mais de mil pacientes em três anos de funcionamento
Publicado em 26 de julho de 2016

Atividade conduzida na Clínica Escola de Fonoaudiologia da UFSC. (Foto: Pipo Quint/Agecom/UFSC)

Atividade conduzida na Clínica Escola de Fonoaudiologia da UFSC. (Foto: Pipo Quint/Agecom/UFSC)

A Clínica Escola de Fonoaudiologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que existe há cerca de três anos, já avaliou a audição de mais de 1100 pacientes, e atendeu 1.176 pessoas em terapia fonoaudiológica. Circulam pela clínica cerca de 200 pessoas por dia, sendo estudantes, estagiários e professores, além de pacientes de todas as faixas etárias.

Com foco em atividades de ensino, a clínica oferece aulas práticas e estágios para os alunos do curso, que realizam avaliação e terapia nas áreas de linguagem oral e escrita, voz, motricidade orofacial, disfagia e audiologia. As atividades, supervisionadas por professores, fazem parte da carga horária regular da formação acadêmica.

“Temos uma demanda bastante grande. A clínica atende a comunidade em uma série de serviços, mas o nosso foco é o ensino”, explica a coordenadora da Clínica Escola, Angela Ruviaro Busanello-Stella. “Somos mais procurados especialmente para atendimentos em crianças e avaliações que a rede pública de saúde não cobre, como a Avaliação do Processamento Auditivo Central. Para esse serviço temos uma busca imensa, tanto que tivemos que fechar para novas inscrições para podermos dar conta da demanda dos que já estavam inscritos”, salienta. 

Atendimentos em adultos e idosos têm pouca fila, explica a coordenadora; já atendimentos em crianças costumam ter espera. “Em épocas de final de ano letivo, quando a criança vai mal na escola, é comum haver mais procura. Mas crianças com dificuldade de aprendizado precisam de atendimento prolongado, não é algo que se resolve em dois ou três meses”, ressalta Angela.

A clínica é gerida apenas pelos professores e uma servidora técnico-administrativa em Educação, que atua no atendimento. “Desde que abriu, em 2013, sempre são os professores que dão conta da área administrativa. Temos uma carência muito grande de mais técnicos. A demanda é para ter quatro técnicos fazendo atendimento ao público. Outras clínicas-escola têm ao menos um fonoaudiólogo, nós não. Precisaria ainda ter um psicólogo, assistente social, otorrinolaringologista. Já foi solicitado, mas não há previsão”, explica Angela.

Aplicações

Equipamentos especiais possibilitam avaliações e terapias fonoaudiológicas, supervisionadas pelos professores do curso. (Foto: Pipo Quint/Agecom/UFSC)

Equipamentos especiais possibilitam avaliações e terapias fonoaudiológicas, supervisionadas pelos professores do curso. (Foto: Pipo Quint/Agecom/UFSC)

Os serviços da Clínica Escola de Fonoaudiologia se aplicam a uma série de necessidades de pessoas de todas as idades, seja em dificuldades no aprendizado, na fala ou mesmo em deglutição. Estudantes da UFSC que precisam de acompanhamento para superar problemas como a gagueira e a relutância ao falar em público também podem procurar atendimento. “Existem problemas específicos, os quais estudamos também em períodos específicos”, ressalta Angela.

Durante o primeiro semestre de 2016, a clínica foi procurada para atender alunos estrangeiros com necessidades de melhorar a pronúncia de alumas palavras em português. “É uma situação específica, que surgiu da necessidade de um aluno, que indicou para outros alunos. E é algo em que podemos ajudar, além de muito mais situações em que o aluno poderia se beneficiar da clínica”, complementa.

Outra aplicação que Angela acredita poder auxiliar os estudantes da UFSC é com alunos que se utilizarão da voz em suas futuras profissões, como professores, advogados e jornalistas. “São profissões que demandam uma boa saúde vocal. Normalmente, chegam à clínica professores que já têm anos de profissão e estão com a voz alterada por anos de abuso. O ideal seria trabalhar com o aluno de Pedagogia desde já”, ressalta.

A Clínica Escola de Fonoaudiologia funciona com atendimento gratuito na rua Desembargador Vitor Lima, 222, 2º andar, bairro Trindade, CEP: 88040-400, Florianópolis (SC). Durante o período de férias escolares da UFSC, a clínica permanece fechada.
Mais informações:
(48) 3721-6111 e no site

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista da Agecom / UFSC
mayra.cajueiro@ufsc.br
(48) 3721-9601

Facebook Twitter

Novas chamadas de aprovados no Vestibular e Sisu: matrículas nesta semana
Publicado em 26 de julho de 2016

O Departamento de Administração Escolar divulgou os editais 25 e 26, referentes à 12ª chamada do Vestibular 2016 e à 11ª chamada do Sisu 2016. Nos dois casos, a matrícula on-line será de 21 a 25 de julho, e a presencial, nos dias 27 e 28 de julho.

Os calouros devem comparecer, para a matrícula presencial, à coordenadoria de curso localizada no campus que irão frequentar, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h, munidos da documentação exigida e publicada nas portarias 386/Prograd/2015 (Vestibular) e 01/2016/Prograd (Sisu).

A confirmação da etapa on-line da matrícula deve ser realizada pelo site.

A comprovação de renda dos candidatos cotistas deve ser realizada durante o período de matrícula presencial.

Confira a lista do Vestibular UFSC 2016.

Confira a lista do Sisu UFSC 2016.

Facebook Twitter

Pós em Filosofia promove ‘I Colóquio Emoções: intersecções em filosofia moral e política’
Publicado em 25 de julho de 2016

emoções-FilosofiaO Núcleo de Ética e Filosofia Política (Néfipo) e o programa de pós-graduação em Filosofia (PPGFil) da UFSC promovem, nos dias 25 e 26 de agosto, o  “I Colóquio Emoções: intersecções em filosofia moral e política”. O evento é dedicado ao estudo das emoções e seu papel dentro dos debates atuais em filosofia moral e política.

Sobre o Colóquio

As emoções pontuam quase todos os momentos significativos em nossas vidas, mas sua natureza, causas e consequências estão entre os aspectos menos compreendidos da experiência humana. Nas últimas décadas, surge um interesse cada vez maior no tema por especialistas de vários campos. O Colóquio visa promover o estudo filosófico de emoções, proporcionando um fórum para a troca de pontos de vista, de modo a aumentar a interação e colaboração entre os seus membros. O evento pretende inaugurar um prolífico debate sobre as emoções, bem como aproximar as principais pesquisas sobre tema no Brasil.

A programação completa está disponível aqui.

Mais informações pelo e-mail caroline.marim@gmail.com.

Serviço

O que: I Colóquio Emoções: intersecções em filosofia moral e política.

Quando: 25 e 26 de agosto.

Onde: Auditório do CFH.

Participação: gratuita e aberta a todos.

 

Facebook Twitter

Pós-graduação em História divulga edital de seleção para mestrado e doutorado
Publicado em 25 de julho de 2016

O programa de pós-graduação em História (PPGH/UFSC) divulga o edital 2016/2017 para processo seletivo de ingresso no mestrado e doutorado. As inscrições devem ser realizadas de 26 de setembro a 07 de outubro. O edital completo está disponível aqui.

Facebook Twitter

Colóquio Justiça e Democracia recebe submissões de trabalhos até 12 de outubro
Publicado em 25 de julho de 2016

cartaz.inddColóquio Justiça e Democracia, promovido pelo programa de pós-graduação em Filosofia (PPGFil/UFSC), recebe submissões de trabalhos até 12 de outubro. O evento ocorre nos dias 16, 17 e 18 de novembro, no auditório do Espaço Físico Integrado (EFI). A participação com comunicações é aberta a estudantes de pós-graduação (mestrado, doutorado e pós-doutorado) e professores que estejam desenvolvendo pesquisa na área de Filosofia ou em áreas afins.

Sobre o evento 

O Colóquio tem por objetivo inserir-se nos atuais questionamentos presentes no interior da esfera pública brasileira, em que temas como democracia, reformas estruturais, debates sobre corrupção no sistema político, justiça social, lutas sociais protagonizadas por vários movimentos tem reivindicado atenção para demandas de profundo interesse filosófico. Estas, por sua vez, colocam perguntas pelos dois conceitos principais do encontro, justiça e democracia, mas colocam também em jogo conceitos filosóficos centrais da Ética e Filosofia Política, tais como autonomia, direitos humanos, dignidade, tolerância, liberdade e igualdade, sem os quais nossos julgamentos no mundo prático perdem escopo e profundidade. O impacto desses movimentos presentes em nossa esfera pública e a pertinência das perguntas filosóficas que os subjazem oferecem a oportunidade reflexiva para o Colóquio, que sobre elas se debruçará..

As atividades do Colóquio consistirão em apresentações de trabalhos dos pós-graduandos e conferências proferidas pelos professores no período da noite. As comunicações contarão com um modelo diferente de discussão e serão mediadas por um debatedor. As conferências terão de 30 a 40 minutos, proferidas por um ou mais professores, envolvendo temas de Ética e Filosofia Política.

Mais informações no site do Colóquio ou pelo email coloquiojusticademocracia@gmail.com.

Facebook Twitter

Pró-Reitoria de Pesquisa tem projeto aprovado para realização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
Publicado em 25 de julho de 2016

Com o objetivo de promover a popularização da ciência e da tecnologia por meio de eventos de divulgação científica, o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI) lançou em março deste ano um edital de concurso, nº 01/2016 SECIS/MCTI, para contratação de projetos de realização de eventos no âmbito da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em 2016.

As propostas poderiam se enquadrar em duas faixas de distribuição de recursos, de R$ 100 mil (abrangência estadual) e R$ 20 mil (abrangência regional), a depender do número de municípios participantes. A UFSC, através da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq), submeteu um projeto para a Faixa A, de R$ 100 mil, e teve a aprovação preliminar da proposta. O resultado definitivo sairá no dia 29 de agosto.

O recurso será destinado à realização de eventos na SNCT em todos os campi da UFSC, em atividades voltadas à divulgação científica e tecnológica para estudantes, crianças, jovens e adultos, sobretudo de escolas públicas. Em Florianópolis, o principal evento a ser realizado é a Semana de Ensino Pesquisa e Extensão (Sepex), articulada pela pró-reitoria de Extensão (Proex), com auxílio de outros setores da UFSC. Além da Sepex, será realizado o Seminário de Iniciação Científica (SIC), promovido pela Propesq e outras atividades relacionadas à temática da SNCT 2016: “Ciência Alimentando o Brasil”.

O edital está disponível aqui.

Mais informações sobre o resultado do concurso aqui.

 

 

Facebook Twitter

Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica realiza seminário de avaliação nesta quinta e sexta
Publicado em 25 de julho de 2016

EaDO curso de Gestão da Assistência Farmacêutica (EaD/UFSC) promove, nos dias 28 e 29 de julho, o seminário final de avaliação do curso. O evento ocorre no no auditório da pós-graduação do Centro de Ciências da Saúde (CCS/UFSC).

Sobre o curso

O curso Gestão da Assistência Farmacêutica foi ofertado por meio do departamento de Ciências Farmacêuticas da UFSC, em conjunto com o Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (DAF/SCTIE/MS) e a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES/MS), do Ministério da Saúde. Duas edições do curso foram realizadas: nos períodos de 2010-2013 e de 2014-2015.

O curso foi concebido com o objetivo de formar profissionais com uma visão crítica sobre a realidade do trabalho em saúde, que atuem em prol da gestão da assistência farmacêutica, considerando as necessidades sociais, buscando, acima de tudo, a qualificação do farmacêutico para a gestão dos serviços e das políticas, com competência de liderança, criatividade e comprometimento com os resultados do seu trabalho e do sistema de saúde.

“Neste seminário teremos a oportunidade de apresentar alguns resultados das duas edições do curso, bem como avaliá-los em uma perspectiva de sua estrutura, proposta pedagógica e processo de tutoria”, comenta a professora Eliana Elisabeth Diehl, coordenadora da 2ª edição do curso.

Na primeira edição do curso, realizada de 2010 a 2013, 5.212 farmacêuticos atuantes em serviços públicos de saúde, de todo o Brasil, se inscreveram para as 2.000 vagas ofertadas. Na segunda edição, 4.446 farmacêuticos e 208 docentes de cursos de graduação em Farmácia se inscreveram para as 1.600 vagas ofertadas. No seminário também ocorrerá o lançamento da coleção de livros “Assistência Farmacêutica no Brasil: Política, Gestão e Clínica”. A coleção surgiu a partir dos materiais instrucionais elaborados para as duas edições do curso, adaptados e ampliados para a versão impressa.

“Os cinco volumes que integram a coleção constituem uma oportunidade inédita para construir, referenciar e discutir conjuntamente o tema, subsidiando o ensino e a prática da área” relata a professora Mareni Rocha Farias, coordenadora da 1ª edição do curso. Também será lançado o livro “Gestão da Assistência Farmacêutica: proposta para avaliação no contexto municipal – a experiência em Santa Catarina”, publicado pela Editora da UFSC, de autoria de integrantes do grupo de pesquisa “Políticas e Serviços Farmacêuticos” da UFSC.

O evento contará com a participação dos coordenadores, tutores, conteudistas e convidados das duas edições do curso.

Programação

 28 de julho (quinta-feira)

8h30 – Abertura

9h30 – Apresentação dos resultados da 1ª e 2ª edições do Curso

11h – Apresentação da proposta dos Grupos de Trabalho

12h – Almoço

13h30 – Grupos de Trabalho

29 de julho (sexta-feira)

8h30 – Discussão

10h – Avaliação das propostas dos Grupos de Trabalho (votação on-line)

12h – Almoço

13h30 – Apresentação dos resultados preliminares da avaliação on-line

15h – Lançamento da coleção Assistência Farmacêutica no Brasil: Política, Gestão e Clínica e do livro Gestão da Assistência Farmacêutica: proposta para avaliação no contexto municipal – a experiência em Santa Catarina

16h – Coquetel de encerramento

 

Serviço:

O que: Seminário de Avaliação do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica – EaD e Lançamento da coleção Assistência Farmacêutica no Brasil: Política, Gestão e Clínica

Quando: 28 e 29 de julho, das 8h30 às 18h.

Onde: Auditório da Pós-Graduação do Centro de Ciências da Saúde (Bloco H).

 

Mais informações no site do curso, pelo e-mail farmacia.ead@contato.ufsc.br ou telefone (48) 3721-4049.

Facebook Twitter

Núcleo de Antropologia Audiovisual e Estudos da Imagem promove Jornada de Estudos de Pesca
Publicado em 25 de julho de 2016

Pesca 1 (1)O Núcleo de Antropologia Audiovisual e Estudos da Imagem (Navi/UFSC) promove, nos dias 17 e 18 de agosto, a III Jornada Estudos de Pesca. O evento ocorre no auditório do CFH e na Casa da Memória, Centro de Florianópolis. É aberto a todos e não é necessário fazer inscrição.

Confira a programação:

17  de agosto (quarta-feira):

8h45 – Abertura

9h – Mesa 1: Relações com o mar, gênero e mundo da pesca
Debatedora: Professora Mara Coelho de Souza Lago (UFSC) e Maria do Rosário de Fátima Andrade Leitão (UFRPE)
Apresentadoras: Simone Frigo (PPGAS/UFSC); Cristhian Caje (PPGAS/UFSC); Luceni  Hellebrandt (PPGICH/UFSC)

10h30 – Mesa 2: Narrativas e ambientes de pesca e de mar
Debatedor: Gianpaolo Adomilli (FURG)
Apresentadoras: Cibele Dias da Silveira (PPGICH/UFSC); Silvia Beatriz Mendonça (PPGAS/UFSC); Andrea Eichenberger

Local: Auditório do CFH

18 de agosto (quinta-feira):

19h: Café Antropológico
Apresentação do filme: “A Tainha e a onda” (Diretor: Rafael Thomé)

Local: Casa da Memória (Rua Padre Miguelinho, 58 – Centro)

Mais informações no site e na página no Facebook do Navi.

Facebook Twitter

Programa de Pós-Graduação em Nutrição apresenta tese e dissertação sobre rótulos de alimentos
Publicado em 25 de julho de 2016

O Programa de Pós-Graduação em Nutrição (PPGN) da Universidade Federal de Santa Catarina teve uma tese e uma dissertação defendidas recentemente que convergem em um ponto comum: os rótulos dos alimentos industrializados. “Informação Nutricional Complementar em Rótulos de Alimentos Industrializados Direcionados a Crianças” e “Notificação dos Açúcares de Adição em Rótulos de Alimentos Industrializados Comercializados no Brasil” foram produtos do curso de doutorado e mestrado do PPGN.

O primeiro trabalho trata da Informação Nutricional Complementar (INC), que é é um tipo de alegação utilizada nos rótulos para destacar propriedades nutricionais específicas dos alimentos, como por exemplo, o acréscimo de vitaminas ou a redução do teor sódio. Entretanto, é discutido entre os pesquisadores que a INC pode levar o consumidor a crer que o alimento é mais saudável do que realmente é, e dessa forma, se torna ainda mais preocupante quando essa Informação é voltada às crianças.

Diante disso, a nutricionista Vanessa Mello Rodrigues defendeu, em sua tese, a análise de questões relacionadas ao INC. Desenvolvida em três etapas, a pesquisa identificou a disponibilidade de alimentos direcionados a crianças em um supermercado de Florianópolis, identificou as INC nos rótulos e comparou a composição nutricional entre alimentos com e sem a informação. Mais da metade dos alimentos direcionados a crianças (56,1%) pertencia ao grupo que inclui achocolatados, biscoitos doces recheados, balas, refrigerantes e salgadinhos. Aproximadamente metade dos alimentos avaliados (50,5%) apresentava no mínimo uma INC no rótulo. Os alimentos com o índice presente apresentaram composição nutricional semelhante aos alimentos sem o índice para a maioria dos itens avaliados, com exceção do sódio, onde alimentos com INC apresentaram maior conteúdo de sódio que alimentos sem.

A dissertação defendida pela nutricionista Tailane Scapin teve como objetivo investigar como os açúcares de adição são notificados na lista de ingredientes dos rótulos de alimentos industrializados. A pesquisa foi feita em um mercado que está entre as dez maiores redes do Brasil. Os açúcares de adição especificados na dissertação são açúcares e xaropes adicionados aos alimentos e bebidas durante o processamento industrial, a preparação culinária ou à mesa.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a limitação no consumo dos açúcares de adição para não mais que 10% das calorias totais diárias em virtude das evidências da relação entre o consumo excessivo desses açúcares de adição e prejuízos à saúde. No entanto, não há declaração quantitativa dos açúcares de adição na informação nutricional dos rótulos, sendo a lista de ingredientes a única forma de identificação da presença desses açúcares nos alimentos industrializados. Cerca de 70% dos alimentos analisados apresentavam açúcares de adição ou ingredientes passíveis de contê-los.

O Programa de Pós-Graduação em Nutrição da UFSC existe desde 1980 e é o principal programa de pós-graduação na área em toda a região Sul.

Matheus Pereira/Estagiário de Jornalismo da Agecom/UFSC

Facebook Twitter

Inscrições para o Programa Escala de Gestores y Administradores abertas até 12 de agosto
Publicado em 25 de julho de 2016

Sem títuloA  Secretaria de Relações Internacionais (Sinter) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulga a abertura de inscrições, de 25 de julho a 12 de agosto, para o Programa Escala de Gestores y Administradores, conforme o Edital nº 9/Sinter/2016.

Para essa chamada, há quatro vagas para técnico-administrativos em educação (TAEs) da Universidade. Uma dessas vagas é reservada a servidores da Sinter e, as outras três, para os demais setores da UFSC. Para participar, é necessário fazer parte da instituição há pelo menos três anos. O candidato deverá enviar toda a documentação exigida, digitalizada em formato PDF para o e-mail augm.sinter@contato.ufsc.br.

A UFSC oferecerá aos contemplados passagem aérea de ida e volta em classe econômica, sendo responsabilidade de cada universidade anfitriã organizar e oferecer, seguindo critérios próprios, hospedagem e alimentação, conforme descrito na Convocatória 2017.

 

Cronograma:

EVENTO PRAZO
Divulgação do Edital 22 de julho de 2016
Inscrição dos candidatos 25 de julho a 12 de agosto de 2016
Divulgação do resultado preliminar 18 de agosto de 2016
Divulgação do resultado final pelas instituições anfitriãs e no site da AUGM. A partir do dia 03 de novembro de 2016

 

Para mais informações, acesse o edital.

Com informações da Sinter

Facebook Twitter

Coordenadoria de Inclusão Digital, antigo Labufsc, fecha durante recesso escolar
Publicado em 25 de julho de 2016

A Coordenadoria de Inclusão Digital (Coid), antigo Labufsc, estará fechada durante o período de recesso escolar, de 25 de julho a 6 de agosto para a manutenção interna dos equipamentos (computadores, switch, rede elétrica) e alteração do espaço físico interno e externo. As mudanças irão proporcionar acessibilidade as pessoas com necessidades especiais e a criação de um espaço que  permita o acesso de pais com crianças. “A equipe da Coid pede compreensão a todos os seus usuários, pois as mudanças fazem parte do plano de gestão da nova administração da UFSC”, diz o coordenador, Sérgio Sena.

Facebook Twitter

Concurso UFSC: inscrições até 3 de agosto para 148 vagas de técnico-administrativo
Publicado em 25 de julho de 2016

O  Departamento de Desenvolvimento de Pessoas da UFSC comunica a publicação de edital nº 15 do concurso público para a carreira Técnico-Administrativa em Educação.

O edital oferta 148 vagas para diversos cargos, distribuídos entre os campi Florianópolis, Araranguá, Blumenau e Curitibanos.

A inscrição será efetuada somente via internet mediante o preenchimento de Requerimento de Inscrição constante no site http://015ddp2016.paginas.ufsc.br/, entre as 10h do dia 12 de julho e às 23h59 do dia 3 de agosto.

Edital e mais informações no site http://015ddp2016.paginas.ufsc.br/

Facebook Twitter

Moradia Estudantil recebe obras de manutenção no Módulo III
Publicado em 25 de julho de 2016

Moradia Estudantil - Horta e pintura do módulo III - Foto Henrique Almeida-3A Moradia Estudantil da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) passa por reformas no Módulo III durante as próximas semanas. O espaço recebe pintura interna e obras de manutenção. A intenção é finalizar as reformas antes do início do próximo semestre.

O Módulo III é um anexo da Moradia Estudantil com capacidade para cerca de 40 estudantes. O pró-reitor de Assuntos Estudantis, Pedro Luiz Manique Barreto, explica que o espaço é usado para o Programa de Apoio Emergencial de Permanência (Paep) e por estudantes do curso de Licenciatura em Educação do Campo, curso de graduação regular da UFSC, que funciona em regime de alternância. O novo edital do programa, que atende exclusivamente calouros, será lançado na próxima semana, e contempla 24 vagas de moradia temporária. Além do alojamento, o edital oferece uma bolsa única de R$ 615,00 aos estudantes que não forem selecionados para ocupar o Módulo III. “É um apoio emergencial ao estudante que não tem uma referência na cidade, para que não fiquem sem qualquer tipo de auxílio”, acrescenta Barreto.

Uma inovação que estará neste edital será a regulamentação do uso do espaço do Paep, que passará a ser regido pelo Regimento da Moradia Estudantil. “Quem for entrar a partir de agosto vai assinar um termo e estará sendo regido pelo Regimento da Moradia, que é uma resolução do CUn e que dá autonomia ao Conselho da Moradia para gerenciar os residentes,” salienta Barreto.

“Esta manutenção é um compromisso assumido com os alunos da Moradia, desde a posse do reitor Luis Cancellier”, ressalta o pró-reitor. Ele acrescenta que a Prae está preparando um edital para uma reforma mais ampla na Moradia Estudantil, com orçamento de R$ 180 mil, que deve incluir obras de impermeabilização do terraço, além de outros reparos em todos os blocos.

Atividades culturaisMoradia Estudantil - Horta e pintura do módulo III - Foto Henrique Almeida-9

A integração dos estudantes do Módulo III aos demais residentes da Moradia Estudantil vem sendo intensificada, com participação em atividades culturais de integração, como o Cine Paep, promovido no último semestre, e a criação de uma horta comunitária. As iniciativas partiram dos próprios estudantes, que conseguiram sementes, mudas e esterco e vêm trabalhando em conjunto para construir um espaço de convivência. A Prae está adquirindo ferramentas para o cultivo da horta, cuja colheita é dividida entre os residentes de todos os Módulos da Moradia.

Cine Paep Educampo (2) Manejo da horta 17 07 16_estudantes da educampo manejo Horta _12 07 16_estudante do prédio e educampo

 

Mais informações:

Editais da Prae
Assistência Estudantil – 3721.2707
Bolsa Estudantil – 3721.2707
Cadastro Socioeconômico – 3721.2707
Moradia Estudantil – 3721.2699

Mayra Cajueiro Warren / Jornalista / Agecom / UFSC / 48 3721-9601

Fotos: Henrique Almeida / Fotógrafo / Agecom / UFSC

Facebook Twitter

Debate sobre mobilidade urbana: “A participação popular é fundamental para fazer acontecer”
Publicado em 25 de julho de 2016

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Mobilidade urbana foi o tema escolhido para o primeiro debate da série “Construindo Pontes”, promovido pela Rede Minha Floripa, na quinta-feira, 21 de junho. No encontro, o palestrante convidado, professor Werner Kraus — do departamento de Automação e Sistemas (DAS/UFSC) e coordenador do Observatório da Mobilidade Urbana —, ressaltou a importância da participação popular para a consolidação de políticas públicas: “Até que nossas demandas se concretizem, será preciso muita mobilização. O desafio político que está posto é conseguir que a população faça acontecer.” Nesse contexto, ele justificou o papel da atuação em conjunto, em referência à proposta do movimento Minha Floripa (ver abaixo): “Nesse momento histórico que estamos vivendo é crucial a constituição e consolidação dessa rede.”

O professor optou por abordar, prioritariamente, questões relativas ao transporte público: “Escolhi falar especificamente de transporte coletivo, em vez de mobilidade. Mobilidade é algo mais amplo, que envolve uso e ocupação do solo, plano diretor urbano etc. Também gostaria de falar de bicicleta, ciclovias e do pedestre. Mas o tema ‘transporte coletivo’ é urgente e precisa ser pautado.” Werner apresentou gráficos com os atuais sistemas municipais e intermunicipal de transporte da região metropolitana de Florianópolis, indicando linhas de ônibus que “existem mas tem baixa frequência”: “Os sistemas municipais das cidades conurbadas não conversam entre si. Alguns itinerários estão previstos, mas funcionam precariamente.” A malha intermunicipal, por sua vez, “não adentra na ilha, ficando restrita à região do aterro da Baía Sul. Há um desestímulo muito grande para quem mora no continente vir à ilha por transporte coletivo”.

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC.

Após apresentar o diagnóstico da situação atual, Werner expôs as propostas que vêm sendo desenvolvidas no Observatório da Mobilidade, por meio do NeoTrans — projeto criado para elaborar uma nova estrutura de transporte coletivo para a região metropolitana. O Observatório é um dos colaboradores do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis (Plamus): “O Plamus concluiu que, em termos de benefício socioeconomômico, ou seja, considerando todos os ganhos para a sociedade, o maior benefício seria obtido com a combinação de monotrilho com BRT, seguido de perto com um sistema BRT puro e, por último, um sistema com VLT”, explica Werner. Mas devido ao altíssimo custo de implantação do monotrilho, em torno de R$ 2,5 bilhões, projetar apenas o BRT é a única opção viável para a região. BRT é uma sigla em inglês – Bus Rapid Transit – para designar um sistema de transporte coletivo com corredores exclusivos para ônibus. Segundo o professor, como o veículo não para em congestionamentos e circula rápido, o tempo de trajeto é muito menor. Logo, deixar o carro em casa passa a ser mais atrativo e vantajoso para o passageiro.

O uso da ponte Hercílio Luz foi outra questão relevante abordada na palestra. “A cidade privilegia muito o automóvel particular. Temos que voltar a privilegiar o pedestre. Por isso defendo que a ponte Hercílio Luz seja reservada para o transporte coletivo, pedestre e ciclista. O automóvel deve ficar de fora. A visão de uma ponte só para ônibus, com ciclovia e espaço para pedestres, é muito agradável. Se isso acontecer, certamente a Hercílio Luz vai ser uma grande atração turística, com gente passeando, pedalando, convivendo”, argumenta Werner, ressaltando também que “a disputa política não vai ser pequena para garantir os usos da ponte sem o automóvel”.

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Minha Floripa

A iniciativa Minha Floripa é um projeto que está em processo de vinculação à rede nacional de ativismo e moblização Nossas Cidades. Um dos envolvidos, Fernando Bastos Neto, explicou a proposta: “Esse é um movimento que está acontecendo no país inteiro. Estamos tentando encontrar outras maneiras de atuar politicamente. Queremos fazer política sem precisar depender da estrutura burocrática e às vezes engessante dos partidos políticos, que estão passando por uma crise muito grande. A crise dos partidos não significa a crise da política”. A ideia, segundo ele, é construir uma alternativa de atuação através do que temos de mais imediato: a vida na cidade. “Todos sabem o que é viver em uma cidade como Florianópolis, com grandes dificuldades de mobilidade urbana e tantos problemas de saneamento, meio ambiente e planejamento urbano. Por isso estamos tentando trazer para cá a Rede Nossas Cidades. É um movimento que utiliza instrumentos e aplicativos da internet, tecnologia e redes sociais, para mobilizar e pressionar os tomadores de decisão. Espera-se, assim, conseguir soluções concretas, intervir na vida das pessoas de forma efetiva”, afirma Fernando.

Mais informações no grupo Minha Floripa no Facebook e no site da Rede Nossas Cidades.

Daniela Caniçali /Jornalista da Agecom/UFSC

daniela.canicali@ufsc.br

Facebook Twitter

CUn aprova concessões de título de Professor Emérito e delibera pela criação de novos departamentos e coordenadorias nos campi
Publicado em 25 de julho de 2016

O Conselho Universitário (CUn) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aprovou, nas sessões especiais realizadas na última quarta-feira, 20, em Florianópolis, as concessões do título de Professor Emérito ao professor Teodoro Rogério Vahl, do Departamento de Ciências da Administração do Centro Socioeconômico (CSE), à professora Ingrid Elsen, do Departamento de Enfermagem do Centro de Ciências da Saúde (CCS), e ao professor Selvino José Assmann, do Departamento de Filosofia do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). Durante a sessão, foram lidos pareceres com o histórico e a importância do trabalho dos indicados.

Iniciando as atividades na UFSC em 1964 como servidor técnico-administrativo, Teodoro Rogério Vahl atuou em inúmeras chefias intermediárias em departamentos da Universidade. Seu trabalho como Professor Titular ocorreu entre 1970 a 1975, lecionando nos cursos de Graduação e Pós-Graduação do Departamento de Ciências da Administração. O professor foi homenageado com diplomas, medalhas e honrarias, pela Câmara de Vereadores de Florianópolis, pelo Governo do Estado de Santa Catarina e pela Marinha do Brasil, além de representar ativamente a UFSC em congressos, cursos e palestras nos cenários nacionais e internacionais. O parecer completo pode ser lido aqui.

Professora dos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Enfermagem na UFSC, Ingrid Elsen foi altamente participativa no aprofundamento dessa área de estudos no país, em especial por atuar na orientação e influência na montagem de vários programas de pós-graduação no Brasil. Seu trabalho, juntamente ao Departamento de Enfermagem e ao Curso de Enfermagem, foi destacado durante a sessão, mencionada a produção de livros e trabalhos internacionais publicados no Brasil e no exterior. Ela foi a primeira coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e é uma das pioneiras da área na Capes.

O parecer lido durante a concessão de título de Professor Emérito ao professor Selvino José Assmann ressaltou a importância da sua contribuição para a Filosofia Política aplicada à vida política brasileira. Durante seus 40 anos de atividade, publicou 12 livros, contribuiu em compilações com 14 capítulos, 23 artigos em periódicos e 30 artigos em revistas. Seus trabalhos foram apresentados em 26 eventos acadêmicos, participou de 62 bancas de mestrado, 66 de doutorado, 41 orientações e 33 teses, supervisionou 3 projetos de pós-doutorado e atualmente orienta 2 doutorandos e 9 mestrandos.

Criação de departamentos

Os conselheiros também deliberaram pela criação do Departamento de Energia e Sustentabilidade, do Departamento de Computação, da Coordenadoria Especial Interdisciplinar de Tecnologias da Informação e Comunicação e da Coordenadoria Especial de Ciências Físicas e Matemática, localizados no Centro de Araranguá; pela criação do Departamento de Agricultura, Biodiversidade e Florestas, do Departamento de Ciências Naturais e Sociais, da Coordenadoria Especial de Ciências Biológicas e Agronômicas e da Coordenadoria Especial de Biociências e Saúde Única, no Centro de Curitibanos; e pela alteração do nome do Departamento de Licenciaturas para Departamento de Ciências Exatas e Educação, no Centro de Blumenau.

 

Bruna Bertoldi Gonçalves / Jornalista da Agecom / UFSC

Gabriel Daros / Estagiário de Jornalismo da Agecom / UFSC

Facebook Twitter

Hospital Universitário comunica fechamento temporário da maternidade
Publicado em 22 de julho de 2016

O Hospital Universitário (HU) divulgou, na tarde desta sexta-feira, 22 de julho, um ofício que informa sobre o fechamento temporário da maternidade. Segue o texto:

“Assunto: Fechamento temporário da Maternidade do HU

1. Informamos a todos que devido a superlotação da Maternidade do Hospital Universitário estamos fechando temporariamente essa Unidade para a entrada de novos pacientes até a regularização da situação.

2.Pedimos encarecidamente que os casos de emergência sejam encaminhados para outra Unidade Hospitalar.

3. Comunicaremos assim que pudermos atender novas demandas.”

O Ofício nº 259/2016/DG/HU está disponível aqui.

Facebook Twitter

HU informa nova tentativa de golpe em paciente internado na UTI
Publicado em 22 de julho de 2016

golpe_HUO Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) comunica que houve uma nova tentativa de golpe contra pacientes internados no hospital. Desta vez, a mãe de um paciente internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) recebeu uma ligação que pedia o pagamento de valores para acelerar o tratamento do filho.

Lembramos que o HU é 100%  pertencente ao Sistema Único de Saúde e não cobra por qualquer tipo de atendimento, exames, procedimentos cirúrgicos, internações etc. Qualquer cobrança é golpe! A direção do HU tomou conhecimento desses telefonemas, geralmente pedindo pagamentos, por meio de depósitos bancários, para a compra de medicamentos ou realização de exames ou procedimentos. Essas ligações são fraudulentas.

A quadrilha que aplica esse golpe se aproveita do momento de preocupação dos familiares. Nos telefonemas, citam dados falsos de médicos para convencer as vítimas a realizar os depósitos e transferências para as contas dos criminosos. Quem receber as ligações deve comunicar imediatamente a polícia. Quem já fez a transferência deve procurar maneiras de bloqueá-la pelo banco. A direção está tomando todas as providências para coibir esse golpe.

 

Mais informações:
(48) 3721-9163 /9164/6395.

Facebook Twitter
  • Administradores do Site
  • 1960 - 2015 - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) | Central Telefônica - (48) 3721-9000 |
  • Última atualização do site foi em 01 de outubro 2015 - 9:53:23
SeTIC
Páginas UFSC